Antes de ser umbandista eu não era nada,
pois não conhecia o amor de Oxum e a alegria das Ibeijadas.

Antes da umbanda eu tinha medo e me sentia sozinho
achava que era só mais um
pois eu não conhecia a força e a fé em Ogum.

Minha vida era um livro em branco, sem tema
eu não sabia quem era Oxossi e nem os Caboclos da Jurema.

Não conhecia a justiça de Xângo, a beleza de Iansã
não tinha fé nas curas milagrosas,
afinal de contas, eu não conhecia Omulu, Obaluaê e nem Nanã Buruquê.

Quando conheci os Pretos-velhos
eles me disseram para acreditar em Zambi e pedir a Oxalá
e se ocê fô na praia fiaco, leva frô pra Iemanjá

Defumei, zamburei, saravei, batuquei e la na gira
como eu girei.

Pedi licença a Exu, guerreiros guardiões, sentinelas do astral
pois tambem neles enxerguei muita luz.

Antes de ser umbandista eu não era nada
mas na umbanda eu encontrei Jesus.
(Gustavo Monteiro)

%d blogueiros gostam disto: