1. VERMELHO – O tratamento controla e estimula o chacra FUNDAMENTAL (BÁSICO), situado no cóccix (base da espinha), e os membros inferiores. Governa a vitalidade do corpo físico, particularmente a criativa e os processos de restauração e faz com que a adrenalina seja liberada no sangue. Os corpúsculos de hemoglobina multiplicam-se no sangue e, com o acréscimo de energia liberada, a temperatura corporal sobe, revigorando a circulação e dissipando a lassidão e as doenças formadoras de muco, inerentes aos resfriados e gripes crônicas. Normalmente termina-se o tratamento com luz VERDE ou AZUL, para neutralizar efeitos indesejáveis. APLICAÇÕES: moléstias do sangue, anemia, debilidade física, lassidão, resfriados, deficiências circulatórias, paralisia, pressão baixa, dores de cabeças devido a congestionamentos, tuberculose, intestino preguiçoso, baixa libido, cansaço, debilidade mental, estimulante da força de vontade e coragem, medo e depressão. Tem ação expansiva e deve ser evitado em casos de pressão alta.

2. LARANJA – O tratamento controla e estimula o chacra UMBILICAL, situado entre o pâncreas e o baço. Liberta as funções corporais e mentais, alivia as repressões. Combina a energia física pela qual tem sido chamado “raio da sabedoria”. Auxilia o processo de assimilação das essências dos alimentos, processos distribuidores e circulatórios. APLICAÇÕES: asma crônica, febres, bronquite, tosse solta, gota, reumatismo crônico, inflamações renais, pedras na vesícula biliar, prolapso, pulmão, problemas na base das costas, suspensão e dores da menstruação, debilidade mental, epilepsia, cólera, estimula o apetite, a procriação e a sensualidade, induz a compreensão e a tolerância. Tem ação expansiva e deve ser evitado em casos de pressão alta.

3. AMARELO – O tratamento controla e estimula o chacra ESPLÊNICO (PLEXO SOLAR), situado na região do ventre, o grande cérebro do sistema nervoso. Auxilia e controla a purificação do processo do sistema digestivo e limpeza de nosso maior órgão, a pele. Tem influência sobre as funções eliminadoras do fígado e dos intestinos. Tem um efeito enriquecedor sobre o intelecto. Os raios amarelos são animadores, inspiradores e vitalmente estimulante para a mente superior, as faculdades do raciocínio. Favorece o autocontrole através da iluminação. APLICAÇÕES: perturbações estomacais, indigestão (azia e azedume), constipação, flatulência, males do fígado, diabetes, hemorróidas, eczemas e doenças da pele, lepra e exaustão nervosa, hérnia, reumatismo e artrite. Auxilia no tratamento da paralisia, visto que esta moléstia é, antes de tudo, proveniente do cérebro ou dos nervos que controlam os membros. Depois do BRANCO, o AMARELO é a cor mais próxima dos raios solares, em brilho e matriz, e assim, quase sempre, tem um efeito estimulante sobre nosso humor, proporcionando uma atitude harmoniosa em relação à vida, com senso de equilíbrio e otimismo.

4. VERDE – O tratamento controla e estimula o chacra CARDÍACO, situado no centro do coração. Sua influencia sobre o sistema nervoso é calmante. Aumenta as vibrações harmônicas dos pensamentos trazendo paz aos sentidos. É neutro e é o ponto de equilíbrio. APLICAÇÕES: perturbações do coração, pressão arterial alta, úlceras, câncer, furúnculos supurados. Eficaz também para aliviar dores de cabeça, as nevralgias, a gripe, a sífilis e as erisipelas. O verde é indicado contra determinados tipos de medo, medo de se dar, medo de envolvimento ou de ser magoado e tratamento que envolve repressão das mais diversas emoções.

5. AZUL – O tratamento controla e estimula o chacra LARÍNGEO, ou centro da garganta, designado freqüentemente como o centro do poder e o maior centro criativo do corpo humano. É um dos maiores anti-sépticos do mundo. É calmante e promove a descontração, além de transmitir à mente preocupada, excitada, ou em constante estado de nervos, uma grande serenidade e paz. Antes de se tratar de qualquer doença especifica, o paciente deve universalizar a própria consciência, depois visualizar-se inundado de luz AZUL – Jwala Prasada, curador indiano, comenta sobre a febre: “Esta doença variada no seu caráter é responsável pelo maior quinhão da mortalidade dos seres humanos”. Na maioria dos casos, a causa é a mesma, a saber, o aumento do VERMELHO no organismo. Às vezes afeta o cérebro e nesse caso chama-se febre cerebral; às vezes ataca os intestinos e chama-se tifo; ou ainda, quando ataca o fígado, chama-se febre biliar. Em outras ocasiões, afeta o corpo inteiro, com comprometimento parcial e mudanças súbitas de temperatura, e chama-se febre intermitente. ÀS vezes o organismo encerra matéria má e a natureza tenta expeli-la é o processo que ela emprega é a febre (esta teoria está de acordo com os ensinamentos da arte MAHIKARI, que é uma prática de energização por imposição das mãos), por meio da qual força a tal matéria a sair do corpo, como no caso da varíola, da escarlatina e da erisipela. Existem também as febres mucosas, que secam o muco e são conhecidas como influenza, tosse comprida, crupe; podem ser descritas de diversos modos, mas todas elas são devidas ao inconveniente aumento de VERMELHO e a única meta deve ser reduzir o excesso dessa cor no organismo doente, elevando ao máximo a cor AZUL.

5. AZUL – APLICAÇÕES: tratamento de qualquer tipo de infecções onde haja febre, todas as doenças da garganta, na maioria das doenças infantis, como caxumba e sarampo, bócio, rouquidão, dentição, abscesso, inflamação do cérebro, febres (remitentes, intermitentes, maleitosas, eruptivas), escarlatina, tifo, tifóide, cólera, peste bubônica, rubéola, varíola, aftas, apoplexia, histeria, epilepsia, palpitações, espasmos, reumatismo agudo, vômitos, purgações, sede, disenteria, diarréia, icterícia, biliosidade, cólica, intestino inflamado, olhos inflamados, coceiras, dor de dente, dor de cabeça, desordens nervosas, insônia, menstruação dolorosa, traumas, hemorróidas sangrentas, queimaduras, hidrofobia, picadas de toda espécie, auxilia no tratamento do HIV e aumenta a imunidade a todo tipo de influências. Auxilia em problemas da fala, e, é extremamente poderoso para restaurar a paz e a tranqüilidade onde haja excesso de excitação, estresse ou histeria.

6. ÍNDIGO – O tratamento controla e estimula o chacra FRONTAL, localizado no centro da testa, denominado comumente de “terceiro olho”.É o controlador da glândula pineal, governa a visão física e a visão superior, o ouvido e o olfato. O ÍNDIGO, pelo seu efeito na mente, tem afinidade com sua cor complementar, o AMARELO. É grande purificador da corrente sanguínea, além de um tremendo agente libertador e purificador da mente, controlador das correntes psíquicas do nosso corpo. O ÍNDIGO também pode produzir insensibilidade à dor e assim pode ter características anestésicas. APLICAÇÕES: todas as doenças dos olhos (cataratas, cegueira, inflamação nos olhos, granulações nas pálpebras, córnea ulcerada, etc.), do nariz (sangramento do nariz, etc.), do ouvido (dores de ouvido, surdez, etc.), e paralisia facial. Todas as provenientes dos pulmões (pneumonia, bronquite, crupe bronquial, tosse comprida, asma, tísica, dispepsia, etc.). Doenças nervosas, como: paralisia, convulsões infantis e também contra graves doenças mentais, incluindo obsessões e psicoses, assim como no trato de outras formas de insanidade. Atua como um bom refrescante, calmante e suavizante, baixando a pressão e estancando hemorragias.

7. VIOLETA – O tratamento controla e estimula o chacra CORONÁRIO, ligado a glândula pineal, centro intuitivo da percepção espiritual. É extremamente útil para pessoas que são, por natureza, extremamente tensas e nervosas, ou sofrem de neurose, sendo geralmente utilizado para tratar da turbulência de um temperamento artístico exacerbado. APLICAÇÕES: desordens nervosas e mentais, neuroses, nevralgias, ciática e doenças do couro cabeludo, meningite cérebro-espinhal, concussão, câimbras, reumatismo, tumores, fraquezas dos rins e da bexiga. É animador e purificador do sangue venenoso. Auxilia na compreensão espiritual quando mudanças realmente mais importantes ocorrem na vida. CROMOTERAPIA VEREDA DA LUZ A cor ROSA está associada ao carinho, ao relaxamento, a afetividade e a maternidade. O vermelho é o emblema do amor e do sangue, do fogo e de todos os ardores, quer se refiram a Deus ou à natureza. O branco, por sua vez, é a sabedoria e a pureza. A mistura dessas duas cores dá origem ao rosa, que exprime, portanto, o amor matizado pela constância, sangue frio, moderação e prudência. Diz-se que o rosa representa o amor e a sabedoria. O cor-de-rosa proporciona calor; seus tons mais pálidos podem ser relaxantes. Os tons róseos mais quentes têm um efeito positivo, e sob a sua influência as pessoas tornam-se ativas e desejosas de progresso. Combate à apatia e a indiferença pela vida. Rosa salmão Cor que significa a vibração do amor universal e do amor por si mesmo.

%d blogueiros gostam disto: