Este é o dia das Almas, o dia de Obaluaiê, que significa o Senhor da Terra. Filho de Nanã e irmão de Omulú, ele é o mais moço, é guerreiro e caçador, já o seu irmão é o mais velho, é o sábio, o feiticeiro, o guardião. Ambos considerados a mesma força da natureza, um o polo negativo o outro o positivo. Na Umbanda é sincretizado com São Roque (1295 / 1327),
o santo da saúde e das epidemias, protetor contra a peste e padroeiro dos inválidos e cirurgiões. É também considerado por algumas comunidades católicas como protetor do gado contra doenças contagiosas e auxiliador ao tratamento de animais e de cães. Obaluaiê é o Sol, a quentura e o calor.

Senhor das moléstias e das epidemias, o médico. É ele quem guarda os segredos das plantas medicinais que servem para o estômago e para o intestino, enfermidades que cometem esses órgãos normalmente que começam com febres, vômitos e diarreias. Ele reage à fisiologia do nosso organismo e também a pele, nosso maior órgão.

No culto de Almas, Obaluaiê é enviado para buscar o EGUN (espírito desencarnado) na hora do desenlace. Ele representa a manifestação da renovação dos espíritos decaídos, resgatador das suas dívidas cármicas, trabalha como ceifador dos erros, ou seja, é o senhor dos mortos e o regente dos cemitérios considerado o campo santo entre o mundo terrestre material e o mundo astral espiritual, trabalhando com muito amor na guia destes espíritos.

Trabalha sempre ao lado de Omulú, tendo como imediato o Sr. Exú Caveira o guardião dos cemitérios. Quando sua irradiação entra nos Terreiros de Umbanda, a entidade que traz sua essência, sempre se apresenta com a cabeça coberta, pois, Obaluaiê tinha muitas feridas e cobria seu rosto com palha para que ninguém pudesse ver as feridas.

Diz uma lenda africana que ele estava em uma festa e ninguém queria dançar com ele sabendo de suas feridas, até que Iansã veio até ele levantou a palha de seu rosto e com sua ventarola provocou um vento tão forte que as feridas de Obaluaiê saíram do corpo dele se transformando em pipoca.

%d blogueiros gostam disto: