1. Segundo nosso mestre Jesus os dois grandes mandamentos na lei enviados para nós são: Amar a DEUS de todo O teu coração, e de toda a tua alma, e de todo O teu pensamento e;
Amar o próximo como a ti mesmo.

II. Compreender que Umbanda é “HIERARQUIA” e não “DEMOCRACIA”.

III. Manter dentro e fora do centro, isto é, na sua vida espiritual e particular, conduta irrepreensível, vigiando constantemente o aspecto moral, pois qualquer deslize, irá refletir no centro e mesmo na Umbanda de um modo geral. Zele por sua saúde física, não abuse de carnes, fumo, excitantes e principalmente do álcool.

IV. Lembre-se sempre de que sendo um médium “PRONTO” ou em “DESENVOLVIMENTO”, é de sua conveniência tomar banhos de descarga ou propiciatório determinados pelo dirigente ou seu protetor. Quando for para a sessão, não ir aborrecido, e quando na corrente estiver não procure conversas furteis. Recolha-se a seus pensamentos de paz, fé e caridade pura para com próximo.

V. Não use “GUIAS” ou “COLARES” de qualquer natureza sem ordem comprovada, fundamentada e testada, de sua entidade protetora, ou entidade compromissada direta com O terreiro.

VI. Não se preocupe em saber o nome do seu guia ou entidades antes que ele julgue necessário de acordo com a doutrina e liturgia do centro. É de toda conveniência também, não tentar
reproduzir de maneira alguma, qualquer ponto riscado que o tenha impressionado de alguma forma.

VII. Dê paz a seu guia e entidades, deixando de falar tanto no seu nome, isto é, vibrando constantemente nele. Assim, você está se “FANATIZANDO e ABORRECENDO” a entidade. Não fale
dos. feitos de seu guia ou entidade, isso pode ser problemático e transitório. Acostuma-se a fazer todo o bem que puderem, sem visar recompensas, eles não falam de “VOCE”. Tenha sempre
em mente que para qualquer pessoa, especialmente o médium, os bons espíritos somente assistem com precisão se verificarem uma boa dose de humildade e simplicidade no coração. A vaidade, o orgulho e o egoísmo, cavam o túmulo do médium.

VIII. Não mantenha convivência com pessoas más, viciosas e maldizentes. Isto é importante para o equilíbrio de sua. AURA e dos seus próprios pensamentos. Tolerar a ignorância não é compartilhar delas. Tenha ânimo forte através de qualquer prova ou sofrimento, aprenda a esperar e confiar.

IX. Não tema a ninguém, pois o medo é prova de que você esta em débito com sua consciência. Lembre-se sempre de que todos. nós erramos, pois o erro é humano e, portanto, ligado a dor, a sofrimentos e consequentemente as lições, com suas experiências. Sem dor, sofrimento, lições e experiências, não há
carma, não há polimento íntimo. O importante é que não se erre mais, ou não se cometa os mesmos erros.

X. Aprenda lentamente a orar confiando em “JESUS”. Procure instruir-se nos assuntos espirituais elevados, lendo o Evangelho do Cristo Jesus. Cumpra as ordens ou conselhos de seu guia e
entidades e do chefe do terreiro, eles são grandes amigos e somente trabalham para a sua felicidade.

%d blogueiros gostam disto: