Vereda da Luz Casa Espiritual

A Vereda da Luz Casa Espiritual trabalha a umbanda carismática, alguns podem chamar de umbanda traçada, mas pergunto qual a religião não é traçada? E se o termo errôneo “traçada” for justificado pela presença de outras teologias, então reconhecemos como caridade o que se é traçado. Surgida da união de vários elementos trazidos de outras religiosidades, a umbanda herdou das macumbas cariocas, suas práticas mágicas e rituais africanizados; do catolicismo a prática da prece e a devoção ao altar de deus e a consagração dos santos e anjos através de seus rituais primordiais, como batismo e casamento; do kardecismo, a doutrina dos espíritos; do candomblé, o panteão dos orixás; do xamanismo indígena, suas ervas e curas; além de ter sofrido influências orientais, ciganas, islâmicas e até mesmo das religiões holísticas da chamada nova era. A umbanda sempre será traçada, pois as entidades de acordo com o problema apresentado vão buscar no astral caminho para sua resolução e não existe um só, pois nós somos também espíritos que tiveram várias encarnações se aproximando da cultura que mais for apropriada. A magia da umbanda está vinculada a todos os sentidos dos seres humanos desde que feita com fé pois é o grande baluarte de todas as religiões. Mas, diriam os homens: como surgem efeitos em consulentes que não tem a fé em determinados rituais? Respondo que não poderemos nunca entender quais os objetivos do criador, pois ele escreve reto por linhas tortas quando quer e não alcançaremos, de imediato, seus desígnios.

Nos dias atuais, devido a mediunidade consciente, o médium assume papel importante nas comunicações e, aí sim, a entidade vai buscar nas ferramentas espirituais que o médium tem (cultura religiosa) a solução para o problema, nem que seja só uma oração, bastante válida e ingrediente principal para comunicação com o criador em qualquer religião. Nisso respondemos a caridade.

 A distribuição de fichas para atendimento obedecerá a ordem de chegada e permanência no terreiro, sendo realizada nas sessões públicas de umbanda e oriente das 18:00 até às 20:15 (não há distribuição de fichas para a sessão pública de kardec).As fichas são distribuídas da seguinte forma:

– Laranja: atendimento;
– Branca: atendimento prioritário e
– Verde: apenas passe

Ao iniciar a sessão, o assistido só poderá ser retirar após a abertura das cortinas. Não troque de lugar, obedecendo a disposição das cadeiras. Permaneça em silêncio e desligue todos aparelhos eletrônicos. Enquanto espera a sua vez, se concentre e ore, para receber o que oxalá tem a lhe ofertar.

Uma vez atendido, o assistido não retornará para novo atendimento na mesma sessão, salvo por determinação do chefe da gira. Isto é determinante para que não haja cruzamento de atendimento, podendo o assistido se retirar.

Esta casa segue as determinações do caboclo das sete encruzilhadas:
– Não se paga o mal com o mal, mesmo que alguém traga o mal;
– Não se mata, nem se sangra irmão menor (animais), não é a dor do irmão menor que irá curar sua dor e
– Não se cobra dinheiro para atendimentos
– Esta casa trabalha as orientações doutrnárias e evangelizadoras da mesa de kardec e trabalha com os mestres do oriente exclusivamente em busca da cura dos males físicos, psicológicos e espirituais, aberta a todos.
– Aqui não se escolhe entidade para trabalhar (médiuns e atendimento a assistidos), nós escolhemos vocês. E lembrem-se: médium de umbanda usa branco, as cores, oxalá deixou para a natureza.

Eu, Caboclo Tupinambá.

Vereda da Luz  Casa Espiritual

Atua desde 03 de junho de 1974 em três Linhas de Trabalho, assim chamadas: Umbanda, Oriental e Doutrinação Kardecista. Essas Linhas são complementares entre si, e compreendem o espectro de atividades espirituais praticadas na Vereda da Luz. Adicionalmente, como um complemento das atividades de Umbanda, pratica ainda a Cromoterapia (energização através das cores).

As atividades espirituais da Vereda da Luz são realizadas em sessões cujo ritual e organização se diferencia de acordo com a Linha de Trabalho e o tipo.

 

Blog da Vereda

A Lenda dos orixás – Pai Joaquim da Guiné

Há muito tempo atrás existia uma linda aldeia chamada Afé. Nela viviam Ogum, Iansã e todos os que formaram a aldeia junto a Ogum, que nasceram nela e os que foram socorridos por ela também.” Quando Ogum nela estava, tudo era plena harmonia, mas pouco a pouco Ogum foi...

ler mais

15 de Novembro – Aniversário da Umbanda

Zélio Fernandino de Moraes nasceu no dia 10 de abril de 1891, no distrito de Neves, município de São Gonçalo Rio de Janeiro. Aos dezessete anos quando estava se preparando para servir as Forças Armadas através da Marinha aconteceu um fato curioso: começou a falar em...

ler mais

Antes de ser umbandista eu não era nada

Antes de ser umbandista eu não era nada, pois não conhecia o amor de Oxum e a alegria das Ibeijadas. Antes da umbanda eu tinha medo e me sentia sozinho achava que era só mais um pois eu não conhecia a força e a fé em Ogum. Minha vida era um livro em branco, sem tema...

ler mais

Conduta Umbandista

Ao entrar num terreiro de Umbanda é esperado do consulente respeito pelo solo que pisa e pelas forças que regem e sustentam aquele trabalho. Um consulente não deve, jamais, pagar pelo seu atendimento, pois Umbanda é, em sua primeira definição, a manifestação do...

ler mais

Dia de boiadeiro

02/07 – DIA DE BOIADEIRO Este dia comemoramos a força da linha de BOIADEIROS, data esta trazida da tradição dos terreiros de Umbanda do Estado da Bahia onde acontece o “Dia do Caboclo”, por isso, saudamos também os nossos caboclos do sertão. Os Boiadeiros também são...

ler mais

Exú na Umbanda

Exú na Umbanda é sincretizado por Santo Antônio. Santo Antônio nasceu em Lisboa, no ano de 1.195, e foi batizado como Fernando de Bulhões e Taveira. Dos seus 36 anos, viveu 25 em Portugal e 11 na Itália e na França. Morreu no convento de Arcela, próximo a cidade de...

ler mais

As sete lágrimas de pai preto

Foi uma noite estranha aquela noite queda; estranhas vibrações afins penetravam meu Ser Mental e o faziam ansiado por algo, que pouco a pouco se fazia definir Era um quê desconhecido, mas sentia-o, como se estivesse em comunhão com minha alma e externava a sensação de...

ler mais

Incorporação na Umbanda

Bom dia meninos e meninas. Essa mensagem foi para mim uma das melhores respostas que eu possa dar a quem me pergunta sobre incorporação. Nela você verá atributos que devem ser só seu: Amar a Deus em obediência sobre tudo e sobre todos, obedecer a sua sensitividade,...

ler mais

Caboclo das Sete Encruzilhadas

O Chefe, Caboclo das Sete Encruzilhadas, fora em vida anterior, o Frei Jesuíta Gabriel Malagrida, grande taumaturgo e humanista. Famoso pelas suas peregrinações no Nordeste do Brasil, pelas curas que efetuava com imposição de mãos, pela criação de casas beneficentes...

ler mais